Logo_FIO_2021.png
UK.png
PT.png

MICHAEL SCHÖCH (AUT)​

Michael Schöch estudou piano com Bozidar Noev, em Innsbruck, Gerhard Oppitz, em Munique, e com Pavel Gililov, em Salzburg, para além de órgão com Edgar Krapp, em Munique. Venceu os primeiros prêmios do Concurso Internacional de Piano “Franz Schubert” em Ruse, Bulgária, Concurso Internacional de Órgão “August Everding”, para além do primeiro prémio de órgão do Concurso Internacional de Música ARD. Schöch atuou em grandes salas de concerto como a Filarmónica de Berlim, a Viena Konzerthaus, Gewandhaus Leipzig, Philharmonie im Gasteig Munich, Munich, Semperoper Dresden e as catedrais de Riga, Passau, Merseburg, Mainz e Speyer. Como solista, atuou à frente de orquestras renomadas, como a Orquestra Sinfônica da Rádio da Baviera, a Orquestra de Câmara de Stuttgart, a Orquestra Sinfônica Alemã de Berlim, a Orquestra Estadual de Kassel, a Orquestra Sinfônica de Nuremberg, a Orquestra Sinfônica Tirolesa de Innsbruck e a Orquestra da Ópera de Rouen. O trabalho de Michael Schöch está documentado em várias gravações de rádio (incluindo ORF, BR, SWR, Deutschlandradio) e produções de CD, com destaques para os concertos para piano de compositores tiroleses (Johann Rufinatscha, Emil Berlanda, Karl Senn) e o concerto para piano de Robert Schumann, juntamente com a orquestra da Academia St. Blasius, ou, mais recentemente, a integral das obras para piano e órgão de Julius Reubke (Oehms Classic, 2013/14), as obras completas para clarinete e piano de Max Reger (MDG, 2016), com o clarinetista Robert Oberaigner, e as sonatas para clarinete e o trio de clarinete de Johannes Brahms (MDG, 2018), com Robert Oberaigner, e o violoncelista Norbert Anger. Desde 2015, Schöch é professor de órgão no Conservatório Estadual Tirolês em Innsbruck.

SchoechMichael.jpg

Organização:  

Mecenas:

Apoio:

Tagus branca_edited.png
logo_JMS_white.png
STirso_white.png
Logotipo_Horizontal_CMFamalicão_white.png
PICE.png
REPUBLICA-branco.png
culturaNorte_white.png
bomorganum_white.png